Sobre rótulos e educação.

Atualizado em 17/02/2017
Por Carlos Lima

Sobre rótulos e educação.

Atualizado em 17/02/2017
Por Carlos Lima
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Powered by Rock Convert

Na minha rotina profissional me preocupo e ocupo em ajudar pais, mães e educadores a entenderem os riscos para a integridade emocional de seus filhos e educandos quando usam rótulos para designar e descrever alguma dificuldade deste educando.
Além de constrangimento, muitas vezes ocorre humilhação e perda de confiança na própria competência desta criança com desdobramentos que podem ser desastrosos na vida deste indivíduo. Como forma de impactar sobre a percepção dos riscos destes rótulos, costumo argumentar de forma provocativa antes de explicitar os riscos e oferecer alternativas de abordagens mais adequadas.
Abaixo uma lista de afirmações que ouço e algumas provocações que faço e outras que tenho muita vontade de fazer. Espero que funcione como alerta. Onde se lê filho, pode se ler filha, aluno, neto, neta…
– Meu filho é muito mal educado.
– Quem educa mesmo?

– Meu filho é ansioso (ou tímido, ou…).
– Os meus são Gustavo e Raquel.

– Meu filho é encapetado.
– Chama um padre.

– Meu filho é uma peste.
– Resolve isto com a Vigilância Sanitária.

– Ele é meio burro.
– A outra metade?

– Não aguento meu filho.
– Põe na fila para adoção.

– Ele só existe para atrapalhar minha vida.
– Eficiente né?

– Não aprende nada.
– Não é melhor mudar quem está ensinando?

– Como eu faço para um porquinho tomar banho?
– Contrata um ser humano!

– Só escuta quando eu grito.
– Leva num Otorrino.

Claro que escuto muito mais coisas. Felizmente na quase totalidade das vezes o óbvio da resposta causa impacto no educador e propicia ótimos papos sobre abordagens que possibilitem criar pessoas mais confiantes, livres e emocionalmente integras.
Conversar, oferecer disponibilidade, ouvir com atenção e de forma receptiva, olhos nos olhos, respeitar sofrimentos e dificuldades, acreditar sempre que este educando como todo ser humano tem todos os recursos para produzir qualidade de vida.
Considere tudo isto, a não ser que você tenha planos desastrosos para seus educandos.

Carlos Lima, aqui no Blog.
Médico pela UFMG (1984), especialista em Psicoterapias Breves, Hipnose Ericksoniana, mais de 7400 pessoas atendidas em consultório, em pelo menos 50 mil horas de trabalho. Trainer in NLP (Neurolinguistic Programming), tendo ministrado mais de 20.000 entre palestras e treinamentos comportamentais em mais de 250 empresas de diversos portes e áreas de atuação.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: Sobre rótulos e educação..


2 Comentários

  1. Avatar

    Fiquei super interessada em participar do curso Practitioner em Programação Neuro Linguística PNL , porém não recebi nemhum retorno, apenas descaso…
    Decepcionada com essa empresa……………..

    Superare
    2 de fev

    para mim
    Olá ROGÉRIA BÁRBARA HONÓRIO,

    sua pré-inscrição na 25ª turma de Practitioner em Programação Neuro Linguística PNL foi realizada com sucesso.

    O número da sua pré-inscrição é: #76

    Segue as informações complementares deste treinamento:

    Data: 21 de julho a 09 de dezembro de 2017

    Local: Hotel Victory Suítes (Rua Chanceler Oswaldo Aranha 20 – Juiz de Fora – MG).

    Duração: 120 horas de duração divididas em 12 módulos de 10 horas

    Horários: sextas-feiras das 19:00 às 22:00h e sábados de 08:00 às 16:00h.

    Valores e formas de pagamento:

    1x R$2.600,00

    2x R$1.350,00 (R$2.700,00)

    5x R$600,00 (R$3000,00)

    10x R$340,00 (R$3.400,00)

    A sua inscrição somente será validada a pós a confirmação do pagamento.

    Havendo dúvida ligue (32) 3215-3001

    Atenciosamente,

    Mônica Valle
    Superare Treinamentos

    [email protected]

    Email gerado por Teknabox.com

    Rogéria Bárbara
    3 de fev

    para superare
    Boa tarde!

    Olá Mônica, tudo bem?

    Estive hoje, 03/02, no escritório de vocês, no Edifício das Clínicas,por volta das 16:00h. Justamente para conhecer um pouco mais sobre a proposta do curso em questão.Mas estava fechado.
    Gostaria de saber se existe a possibilidade de vocês não conseguirem formar uma turma, e o curso não iniciar em julho?
    No final curso, atendendo os devidos requisitos, o aluno recebe qual certificado?
    Ao término, quais competências o curso irá conferir aos alunos? Ao que se refere a aplicabilidade ao mercado hoje?

    Att.

    Responder
    • Carlos Lima

      Bom dia, Rogéria!
      Lamentável esse desencontro.
      Li acima que recebeu nosso e-mail sobre os dados do curso que inicia em 21 de julho.
      Quanto ao seu e-mail de 03/02 onde você fala que esteve na Superare, não o recebi.
      Caso queira agendar uma vinda, peço favor ligar para (32)3215-3001 para marcarmos, assim evitaremos outros desencontros.
      Atenciosamente,

      Mônica Valle

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça os nossos treinamentos e participe da nossa próxima turma.
Share This